Blog do/a lus/z

And the answer to Life, the Universe and Everything Else is…

Capitalismo

Posted by Andrei Luswarghi em 27 março, 2007

OK, ontem eu fiquei puto com um comentário no flog de uma garota – se a Giulia ler isso, ela vai saber de quem eu falo – que ficou fazendo sensacionalismo contra o capitalismo, e eu fico puto com quem fala sem fundamento.
Então, vamos lá, às minhas infames dissertações.

O capitalismo é, no mundo atual, sem sombra de dúvida, o melhor sistema econômico disponível, se olhado do ponto da plausibilidade e das necessidades mundiais. Embora bastante criticado, tem diversos pontos em comum com o socialismo e, também, diversos pontos em que supera-o.
Tanto no capitalismo como no socialismo há corrupção, isso é fato. Havendo Estado controlado por seres humanos, a corrupção, o desejo de maior poder e a ânsia por menos limitações é inevitável, considerando-se o socialismo praticado e possível, e não o utópico. Em ambos os regimes, é inevitável que haja desigualdade, já que os líderes e governantes, com maior grau de imunidade e menores limitações, reservam para si um poder acima do previsto, caindo novamente na questão da ambição humana. Também há em comum certa desigualdade social, parte pouco conhecida do socialismo, devido à quantidade de trabalho e à necessidade do especialista dentro da sociedade.
Há, sim, várias diferenças entre os dois. As diferenças sociais não são tão acentuadas no socialismo, já que a educação é comum a todos e, portanto, recai sobre o estudante a sua escolha profissional. Mas, em compensação, os luxos possíveis também devem ser comuns a todos – nisso havendo uma injustiça, já que, pelos princípios justos e lógicos, a necessidade e a função de certas especialidades deveriam conceder a seus estudiosos maiores confortos e remunerações – sendo que, dessa forma, os habitantes de praticamente todos os países atuais tivessem pouquíssimos meios de desfrutar dos luxos disponíveis e bem conhecidos no capitalismo, onde rege o sistema oposto: a necessidade e a habilidade do especialista (exluindo-se os esportes, que são excessão absurda à regra) tornam-no melhor ou pior remunerado, dando-lhe possibilidades de ter todos esses luxos, ou tirando-nas. Isso causa as desigualdades sociais, que devem, como no socialismo utópico, deixar de existir ou, como no socialismo prático, serem menos acentuadas, sim, mas não de forma a eliminar ou decrescer absolutamente o acesso a luxos e confortos hoje tão comuns.
O fato de o capitalismo ser tão malvisto deve-se, majoritariamente, à hipocrisia das classes que o criticam. O capitalismo é, sim, muitíssimo mal-aplicado em países subdesenvolvidos, devido principalmente à corrupção do Estado. Mas, se bem aplicado, as classes baixas não reclamariam do capitalismo pois, nele, há possibilidades de melhora, e o Estado fornece o suficiente para que, com decisões certas, iniciativa privada e capacidade do capitalista, haja melhora. A classe alta, que dispõe de todos os luxos ou, pelo menos, grande maioria deles, não vê, obviamente, razão para mudar (de forma egocêntrica, sim, mas racional do ponto de vista humano). A classe média é a única que queixa-se continuamente do capitalismo, pregando o socialismo utópico por não ter conhecimento suficiente de como esse viria a ser e por excesso de ambição, querendo, apesar de possuir diversos luxos, obter o que não tem, e que não tem vontade ou não vê possibilidade para trabalhar e esforçar-se para tê-los. E há, claro, o sensacionalismo que gira em torno de fatos que, apesar de devidos à natureza humana, são atribuídos ao sistema capitalista.
O ideal seria, portanto, uma mescla de sistemas, tendo em vista a implausibilidade de sistemas como o anárquico e o comunista. Uma mescla não só dos pontos bons, que seria de certa forma uma utopia, mas dos pontos possíveis de serem mesclados, possibilitando tanto os luxos e vantagens capitalistas clássicas como a participação do Estado na melhora e no condicionamento de melhoras para a população.

E que sirva de lição, esqueçam o sensacionalismo e vejam a coisa toda. Natureza humana não muda por estar em um capitalismo ou em um socialismo.

Anúncios

Uma resposta to “Capitalismo”

  1. Natalia said

    Bom eu to fazendo um trabalho sobre o capitalismo com a minha escola e obrigada por ter um site tão bom mais eu numd ei conta de ficar lendo tudo isso mais pelo o queeu li foi bem escrito e pesquizado. Parabens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: